O paciente sob a visão da Homeopatia

Você sabe o que é a Homeopatia?

Relato de paciente

Uma paciente apresentava afonia (perda da voz) de repetição há 3 anos. No mínimo 3 vezes ao ano ela convivia com essa condição e, a despeito dos esforços próprios e de especialistas, ela permanecia 7 dias sem voz, independentemente dos tratamentos e exames realizados. Chegou a fazer vídeolaringoscopia que apresentou resultado normal.

Certa vez, por volta do terceiro dia de mais uma crise, resolveu buscar tratamento “alternativo” e procurou a Homeopatia. A entrevista lhe causou certa estranheza, uma vez que o médico não se ateve à sua queixa principal. Ele quis saber de aspectos da personalidade, aversões e preferências, características do sono, antecedentes de toda ordem, enfim, ele tentou, em aproximadamente 1 hora, entender e conhecer a pessoa que se apresentava.

Por fim a paciente recebeu a prescrição de um medicamento de nome incomum e iniciou o tratamento. O medicamento foi manipulado em uma farmácia homeopática, conforme orientado, e ela conseguiu tomar a primeira dose no fim do dia. Maior estranheza ocorreu-lhe quando, na manhã seguinte, acordou com a voz límpida!

Em seu retorno após 30 dias, ela relatou melhora da afonia, da dor ciática e que estava sentindo-se mais tranquila, com melhor qualidade de sono e mais tolerante ao estresse. Essa paciente continuou buscando a Homeopatia para tratar todas as suas questões de saúde, inclusive as psíquicas e emocionais, e nunca mais ficou afônica!

Homeopatia: o tratamento

Por fim, a voz da Homeopatia realiza-se nas vozes internas de cada ser! Nesse sentido, o médico homeopata tem a premissa de conduzir seu paciente ao encontro de si mesmo, pois entendendo seus processos, reações, emoções, suas preferências e aversões, aquele poderá, por similitude, definir um medicamento único que produzirá o “restabelecimento rápido, suave e duradouro da saúde”¹ deste.

Parece simples, entretanto há um sem-número de pessoas distantes de suas verdades internas, bem como das verdades sobre a medicina e sua diversidade de ação na arte de curar!

Relato de caso autorizado pela paciente.

§  segundo do Organon da arte de curar, 6° edição, Samuel Hahnemann.

Gostou? Compartilhe!

Luciana Maria Pires Carrijo

Graduação em Medicina – UFU
Especialização em Medicina do Trabalho – FAMERP
Curso de terapias Ayurvédicas – Fundação Sri Vájera
Curso de Biopsicologia – Instituto Visão Futuro
Especialização em Homeopatia – CEHL
Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do trabalhador – UFU
Especialização em Hebiatria (Saúde do Adolescente) – Faculdade Unyleya

  • Luciana Mª Pires Carrijo

  • Rua Rodolfo Correa, 407A – Lídice
  • AGENDE SUA CONSULTA